Cirurgia Plástica em Campo Grande – MS

ABERTO DE SEGUNDA À SEXTA, DAS 8h30 ÀS 18h

Escolher o profissional que fará uma cirurgia plástica em Campo Grande, MS é sempre uma tarefa difícil. Diminuir os riscos envolvidos e tornar a experiência a mais tranquila possível, com os resultados superando expectativas, é o que todos querem.

Em uma cidade no qual o boca-a-boca parece ainda ser a melhor opção, ainda assim existem excelentes práticas que você pode aplicar para encontrar o médico ideal para sua cirurgia plástica.

Por isso, elencamos abaixo 5 passos simples na hora de escolher o melhor profissional para você.

1.Tenha certeza de que o cirurgião é devidamente certificado.

Certifique-se de que o médico cirurgião responsável pelo seu procedimento é devidamente certificado. Para isso, vá até o site do Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso do Sul (CRMMS) e pesquise pelo nome ou número de registro do profissional aqui (http://www.crmms.org.br/index.php?option=com_medicos&Itemid=59). Verifique também se o cirurgião é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), para isso, pesquise-o pelo nome aqui: (http://www.cirurgiaplastica.org.br/.)

Legalmente, nenhum profissional da saúde pode fazer qualquer procedimento sem o devido registro e certificação. Além disso, ao confirmar seu registro profissional, você garante que ele tem no mínimo 5 anos de treinamento, mais os conhecimentos necessários em cirurgia plástica e na especialidade em que atua.

2.Confira o histórico e práticas do cirurgião

Descubra se o profissional participa de eventos, congressos, palestras, seminários e/ou publicou trabalhos ou artigos em eventos científicos ligados ao tema de especialidade. São sinais de que ele está sempre em busca de fazer um trabalho melhor em Campo Grande MS.

Assim, saberá se ele está em busca por aprimoramento de suas capacidades em realizar o melhor procedimento para você.

Mais ainda, procure informações sobre quantas cirurgias já foram realizadas por ele. É importante que sua prática seja consistente e que ele já tenha contornado situações não previstas. Quando falamos de cirurgia plástica, a experiência garante uma capacidade extra nos procedimentos cirúrgicos.

Converse com pessoas que já foram atendidas por ele, peça referências com telefone e realmente ligue. Outra opção, peça a ele para comentar sobre experiências que ele mesmo pode descrever. Nessas horas, a conversa mais pessoal ainda é muito útil e a isso pode realmente definir se você se sente à vontade com o profissional.

3.Descubra se o profissional tem reconhecimento em hospitais

O profissional que não tem um bom histórico dificilmente consegue operar com liberdade dentro de hospitais, pois existe a necessidade de uma forte validação de certificação e das referências do profissional. Assim, se ele tem benefícios em hospitais como o PRONCOR, o Santa Marina, a Santa Casa, o Hospital Adventista ou semelhantes, é por ele ter uma boa reputação e devida formação para atuação médica.

Também é bastante comum que, com o passar do tempo, diversos profissionais invistam na sua própria clínica ou instituto. Geralmente são profissionais com uma boa bagagem e histórico. No entanto, é sempre bom conferir novamente e também procurar saber sobre a equipe que trabalha com ele, principalmente se mais profissionais realizarem procedimentos cirúrgicos no local.

4.Pergunte, pergunte, pergunte!

Se você está em busca dos melhores cirurgiões plásticos de Campo Grande MS, nunca deixe de perguntar! Uma boa dica é anotar tudo em um caderninho ou bloco de notas, assim também não corre o risco de esquecer algo no momento da consulta.

Além disso te ajudar a aprender mais, fará com que fique mais confiante em relação ao profissional. É importante que você se sinta confortável e à vontade com ele ou ela.

Para ajudar nisso, elaboramos um checklist com 30 perguntas oportunas que você deve fazer ao profissional na hora de escolher o seu cirurgião plástico, entre elas:

 

  1. Em quais clínicas ou hospitais já trabalhou;
  2. Quantas vezes o médico realizou esse procedimento cirúrgico;
  3. Há quanto tempo realiza esta cirurgia plástica;
  4. Se você é um bom paciente para essa cirurgia plástica, e por quê;
  5. Quais outros procedimentos o médico realiza;
  6. Quem irá ajudar no procedimento cirúrgico, e quais suas qualificações e treinamentos;
  7. Se todos os envolvidos estão devidamente licenciados;
  8. O que está envolvido no procedimento e como ele é efetivamente realizado;
  9. Se ele pode mostrar fotos de seus pacientes antes e depois dos procedimentos que realizou;
  10. Qual a taxa de insucesso para esse tipo de cirurgia;
  11. Qual a maior complicação que ele já teve nesse tipo de cirurgia, e o que foi feito para resolver;
  12. Se ele pode dar referências de 3 a 5 pacientes que tenham realizado cirurgia idêntica ou semelhante.
  13. Quais são os custos detalhados da cirurgia;
  14. Qual o seguro para falhas no procedimento;
  15. Quais os cuidados a serem tomados antes da cirurgia;
  16. Se ele usa anestesia ou sedativos no procedimento, e qual o nível dos sedativos que serão usados;
  17. Quem irá administrar e monitorar a anestesia;
  18. Quão longo é o tempo de cirurgia;
  19. Por quanto tempo será necessário o sedativo;
  20. Quanto tempo é previsto para a recuperação pós operatória;
  21. Onde a cirurgia irá acontecer;
  22. Quais são os planos em caso de uma emergência;
  23. Quais são as emergências e riscos, e qual a probabilidade deles acontecerem;
  24. Em caso necessário, a qual hospital irão;
  25. Quais remédios serão necessários na fase do pós-operatório;
  26. Qual o tempo médio de recuperação;
  27. Cuidados a serem tomados após a cirurgia;
  28. Se haverá algum tipo de cicatriz visível;
  29. Quais os resultados realísticos que devem ser esperados;
  30. Se são feitas revisões após a operação, e se sim, quanto custam.

5.Fique atento à oferta de procedimentos em excesso

O profissional que não tem um bom histórico dificilmente consegue operar com liberdade dentro de hospitais, pois existe a necessidade de uma forte validação de certificação e das referências do profissional. Assim, se ele tem benefícios em hospitais como o PRONCOR, o Santa Marina, a Santa Casa, o Hospital Adventista ou semelhantes, é por ele ter uma boa reputação e devida formação para atuação médica.

Também é bastante comum que, com o passar do tempo, diversos profissionais invistam na sua própria clínica ou instituto. Geralmente são profissionais com uma boa bagagem e histórico. No entanto, é sempre bom conferir novamente e também procurar saber sobre a equipe que trabalha com ele, principalmente se mais profissionais realizarem procedimentos cirúrgicos no local.

Pronto para fazer sua Cirurgia Plástica em Campo Grande ?

Clique em uma das opções e marque agora a sua consulta!